Caminhem pela Arte e Cultura.

Profile Graphics, Page Graphics

segunda-feira, agosto 19, 2019

JOIA DE CRIOULA - ARTE E CULTURA NEGRA NO BRASIL.








Dentro da verdadeira historia da ourivesaria e joalheria na historia social escravocrata no Brasil, existe ainda uma interpretação equivocada quanto a fundamentação e motivação de toda uma serie de adornos confeccionados em metais preciosos, contas, miçangas, cocos, madeiras e de algumas gemas naturais em contas e canutilhos, comumente conhecidas hoje como " Joia de Crioula " entre os mais exigentes colecionadores. São na sua grande maioria joias femininas que eram exibidas pelas escravas domesticas que habitavam a pequena senzala, que não era a senzala da fazenda e sim uma pequena área demarcada com algum utilitário conforto quase ligada a Casa Grande, onde ficavam os espécimes que serviam as funções domesticas maiores e menores da família proprietária. Esta categoria ora equivocadamente vista como privilegiada de " escravos e escravas" domésticos, por mais que desfilassem com tais adornos pelo corpo, os mesmos não os pertenciam e tao pouco destacavam os usuários como preferidos ou especiais de alguma forma de status pela comunidade escrava ou escravocrata. Na verdade tais adornos, revigoravam e exaltavam o poderio econômico e financeiro dos proprietários dos escravos - que em muitas vezes alegavam que até os espécimes domesticados ostentavam claros sinais de seu vasto e imperativo poder. Por conta disto, todos os ourives, prateiros e oficiais que confeccionavam estes tipos de adornos seguiam um verdadeiro manual de possibilidades do que era permitido fazer e utilizar e o que não era admissível de forma alguma para a composição e confecção de tais elementos. Diante disto os verdadeiros exemplares originais de época conhecidos, são em si bem semelhantes e seguem toda uma linha entrelaçamentos, amarrações e acabamentos bem peculiares. Da mesma forma que podemos distinguir as múltiplas criações que são realizadas neste período e nesta função com o uso exagerado de bolas ocas confeitadas com círculos de aramados retorcidos, correntes com elos portugueses e ora por outra suportes e alcas adornadas com pássaros na representatividade do espirito santo, da fé católica, mesmo que exibidos alegoricamente por aqueles que eram desprovidos de alma. Neste caso especifico, vale lembrar que não por uma questão de valor financeiro do metal simplesmente mas sim por uma questão de abundancia, oferta e facilidade de compra. A prata era sem duvida extremamente rara em solo brasileiro em contraponto as jazidas de ouro que eram encontradas por abundancia em diversas regiões. Por conta disto as " Joias de Crioulas" originais de época confeccionadas em prata são mais raras e de certa forma entre os exigentes e eruditos colecionadores deste período. bem mais procuradas e cobiçadas para compor suas respectivas coleções. Nos últimos anos algumas coleções particulares foram expostas ao publico e para a comunidade artística e cultural brasileira, e com isto este tipo de colecionismo ganhou os olhos de uma grande população de novos colecionadores, amantes, pesquisadores, interessados e admiradores destes ricos exemplares da cultura negra deste período. No entanto este tipo de conhecimento era hermético até pouco tempo como os saberes e conhecimentos de só de pouquíssimos pesquisadores e estudiosos da área cultural e durante muito tempo com o total desconhecimento da ourivesaria e de todo mercado de compra e venda, de joia usada no meio joalheiro nacional brasileiro. Razão pela qual levou a uma serie incontável de desmanche, destruição, aniquilamento e fundição exageradas de raros e belíssimos exemplares deste período só pela questão de reaproveitamento do material dos metais preciosos utilizados para em reaproveitamento banal a atenderem a demanda das confecção de novas joias em encomenda pelas classes privilegiadas financeiramente sem qualquer distinção, valor artístico, histórico e originalmente criativos. Diante disto, infelizmente muita coisa de nossa verdadeira historia da cultura negra do Brasil se perdeu ou melhor derreteu.

domingo, julho 28, 2019

Coleção de Arte Ricardo V. Barradas - RJ - Brazil



COLEÇÃO RICARDO V. BARRADAS


ELISEU VISCONTI - Meu Irmão




ELISEU VISCONTI -  Copacabana


BENEVENTO


BRUNO GIORGI  - " Asa"  decada de 70




MENDOCA JUNIOR - Escola Baiana




LEVINO FANZERES



TOBIAS MARCIER 



 Jose Maria Dias da Cruz



Ibere Camargo




DI CAVALCANTI  por  Rodolpho Bernardelli 




Antonio Ramalho - Principe Luis Felipe 



Palatinick 


Abelardo Zaluar


Mascara Africana

AVENIDA PAULISTA - da serie da REDE GLOBO - Emanoel Araujo


BRUNO GIORGI - década de 1960


Claudio Kuperman


ROBERTO BURLE MARX - Projeto Original de Copacabana 




OSWALDO GOELDI 


ABELARDO ZALUAR - do Salão Nacional de Belas Artes



 ODIR


MANOEL SANTIAGO




REPUBLICA BRASILEIRA - Carlo DE SERVI



RUBEM GERCHMAN 
CARLO DE SERVI - Niterói sec XIX


ARTHUR TIMOTHEO DA COSTA - COPACABANA 


JOSE MARIA DE SOUZA - O Circo


Jose Maria Dias da Cruz



THEOPHILO DE JESUS - Escola Barroca Baiana


ABELARDO ZALUAR


HISTORIA DA REPUBLICA BRASILEIRA



RENATO MEZIAT


OSWALDO TEIXEIRA


ROBERTO BURLE MARX 


PEDRO AMÉRICO = Benjamin Franklin



RODOLPHO CHAMBELLAND  - ANDARAHY


MANOEL SANTIAGO



VICTOR BRECHERET - Decada de 40


PINDARO CASTELO BRANCO




WANDA PIMENTEL - Envolvimentos



VICTOR FROND - Brazil Pitoresco 



Entre outras obras

com possibilidade de serem cedidas para exposições

contacte nos

ricbarradas@gmail.com



segunda-feira, julho 15, 2019

PALÁCIO MAÇÔNICO DO LAVRADIO - GRANDE ORIENTE DO BRASIL




GRANDE ORIENTE DO BRASIL




Palácio Maçônico do Lavradio

"  Por aqui passou e passa a verdadeira historia do Brasil. "

Ricardo V. Barradas





terça-feira, junho 18, 2019

Grande Oriente do Brasil completa 197 anos!

☎️ Alô, é da Cultura? Sim! A central de relacionamento do Ministério da Cidadania




Nada diferente mais uma vez antevendo em décadas a contemporaneidade, no meu imaginário conceito de Patriotismo Cultural fartamente difundido nas mídias, encaminhou para a arte e a cultura cívica nacional cidadã e identitária dentro da diversidade, objetivando enfim a Cultura Brasileira como secretaria do Ministério da Cidadania. Visionários existem mas nem sempre são generosamente e dignamente citados.

Ricardo Vianna Barradas

avaliadordearte

Arte e Cultura

B R A S I L

segunda-feira, junho 17, 2019

Como posso fazer parte da Maçonaria Universal no Brasil.









" Certifique-se de que és homem, maior, sem antecedentes criminais, com ocupação lícita que te garanta o sustento familiar, que és livre de deformidades e mutilações, que acreditas em um princípio criador (o Deus da tua crença) e na imortalidade. Não percas teu tempo questionando estas regras. Para entrar, elas devem ser cumpridas."



 Assim são colocadas as regras obrigatórias em diversas potenciais e obediências maçônicas no Brasil. Vamos crer que no mínimo, este texto seja antigo e equivocado. Pois certificar que seja homem, como assim, tem que apresentar um certificado oficial para demonstrar seu gênero. Não ter antecedentes criminais ou seria ter condenações transitado em julgado, por que qualquer cidadão de bem pode estar sendo processado criminalmente mas o direito da livre defesa é universal e constitucional. Quanto a ocupação lícita que te garanta o sustento familiar, acho humildemente que não cabe a qualquer ordem pedir que um candidato declare mediante uma verdade forjada que tem, tenha e terá futuramente como um adivinho, profeta ou perjúrio fazer este tipo temporal de afirmação sobre sua provável mas não garantida, situação financeira estável futura. Outra questão, que ofende as principais leis nacionais e internacionais e é politicamente incorreta e ate passível de ação civil e penal contra a entidade quando diz que pode dirimir regras acimas das constitucionais, quando pede a declaração que que és livre de deformidades e mutilações acho que gostariam de dizer que são livres de doença mental grave. Afinal o acesso a portadores de deficiência física é hoje uma lei federal, estadual e municipal em todos orientes e as respectivas oficinas e lojas são juridicamente organizadas como entidades com personalidade jurídica, e qualquer exaltação e publicação de um comportamento criminoso por parte desta ou destas entidades são passiveis de processo condenações, multas e mesmo o cancelamento do cnpj, e fechamento. De acordo com um relativo detalhe social, histórico, politico e comportamental e oficial brasileiro recente é que tivemos um Exmo Sr. Presidente da Republica, eleito, titulado e empossado democraticamente que era mutilado, não tinha um dedo e segundo estas prerrogativas ditas oficiais de admissão a ordem que são amplamente divulgadas, ele por ter uma mutilação ocorrida por um acidente de trabalho, pode ser presidente de uma nação mas não poderia ser de forma alguma um candidato maçom. Ainda vamos alem, pois quando publicamente declaram que tem que acreditar em um princípio criador, até concordo de forma bem genérica mas não existe a universalidade religiosa que o Criador, seja o Deus da tua crença, e de qualquer crença, pois entre alguns cristãos e católicos ortodoxos, Jesus não é Deus é filho de Deus e em outras diversas religiões universais das diferentes culturas existe um princípio criador mas não a divindade. e elas não deixam de serem religiões oficiais. Agora o princípio da imortalidade da alma é decerto uma total confusão e desconhecimento das doutrinas religiosas existentes, sobre reencarnacionismo afinal estamos diante de uma irmandade filosófica, filantrópica, iniciática, progressista e discreta ou de uma seita religiosa que propõe a cada candidato que renegue seus princípios culturais religiosos doutrinários para serem admitidos. Da mesma forma que por desconhecimento doutrinário da verdadeira maçonaria, poucos sabem que não é oficialmente, a Bíblia o Livro da Lei. Pois seria impertinente pedir um cidadão muçulmano para jurar diante de uma Bíblia Cristã e não no Corão da mesma forma pedir para um Judeu jurar diante de uma Bíblia Cristã e não na Torah, da mesma forma um Zelador ou seguidor de uma religião monoteísta do Candomblé de matriz afro-brasileiras de Angola, Keto, Benin, etc jurar por Deus em uma Bíblia Cristã que não se encontra seu deus único, como para a nação Ketu é Olorum, para a nação Bantu é Nzambi e para a nação Jeje é Mawu, Diante deste pequeno texto reflexivo contemporâneo para o século XXI, devemos sim como homens livres e de bons costumes, de cada oriente perdermos por equidade nosso tempo questionando tais regras antigas, incorretas, ilícitas, anti-éticas, discriminatórias e imorais,que devem ser em nome da justiça e da liberdade universal adaptadas a nova realidade e mesmo reformuladas pelo principio maçônico progressista e discreto, não obrigando publicamente a qualquer um ser pensante livre compactuar com estas exaltações abusivas, temporais incorretas e equivocadas. Regras estas de admissão a proposição da candidatura de qualquer ordem em qualquer tirano oriente que se coloca imoralmente acima das principais cartas magnas nacionais do mundo civilizado e contraria todos os bons acordos universais sugeridos e regulados pela ONU.


M M Ricardo V. Barradas.

domingo, junho 16, 2019

Feliz aniversário ao Grande Oriente do Brasil. Fundado em 17 de Junho de 1822.









Feliz aniversário ao G.O.B. 
Grande Oriente do Brasil.
Fundado em 17 de Junho de 1822.
Fortalecendo a historia da Justiça e da Liberdade no Brasil.




terça-feira, junho 04, 2019

VERDADES E MENTIRAS NA ARTE DO BRASIL








Em arte de um modo geral no Brasil, o atípico e o diferente é sempre falso, para todo aquele dito especialista que muito pouco conhece. Afinal, qualquer idiota reconhece o óbvio e diserta com propriedade sobre o evidente. "


                                                                          Ricardo V. Barradas.
                                                                               avaliadordearte









JUSTO SALARIO NA MAÇONARIA UNIVERSAL









JUSTO SALARIO.

" Na maçonaria universal de qualquer rito cada operário só recebe seu justo salario e se sente totalmente recompensado quando parte de seu ganho vai pela mão direita sem a esquerda saber, espontaneamente para um futuro bem a todo aquele que precisa e não se sabe e muito menos
se conhece."

Ricardo V. Barradas